sábado, 1 de junho de 2013

Como fazer um simples motor Stirling Alfa simples


Aviso! Essa página continua em constantes atualizações (08/06/15)!



Este é um vídeo, com a explicação em passo a passo de como fazer um motor Stirling Alfa simples:




                                 Imagem deste vídeo, é meramente ilustrativa.


Veja a lista dos materiais deste motor>>>


Medidas:

- Comprimento da base do motor é 30 cm;
- O curso total do pistão frio é 18,5 mm, com uma área morta na ponta da seringa de 5,5 mm (1 ml);
- O curso total do pistão quente é 17 mm, com uma área morta na ponta da seringa de  18,8 mm (3 ml);
- O tubo que interliga os dois cilindro é de alumínio, de ar condicionado, com 5 mm de diâmetro.

Está a disposição em vídeo, toda as medidas do motor:




Este 3ª vídeo, é uma demonstração do pouco atrito que o pistão deve ter dentro da seringa, para um bom funcionamento do motor:




Resumo do desenvolvimento da construção deste motor:


Primeiro projeto: inicialmente, este motor foi projetado com 25 mm de curso... Saiba mais>>>

Primeiro problema: com o uso das seringas de ponta de vidro, a mangueira de... Saiba mais>>>

Seringa com ponta de matal: as duas seringas com ponta de vidro, foram...  Saiba mais>>>

Área morta: então foi aumentado a área morta em cada cilindro, para... Saiba mais>>>

1000 rpm: como faltava calor dentro da seringa e a compressão ainda estava... Saiba mais>>>

Novos problemas: depois de alguns minutos funcionando, o motor perdeu... Saiba mais>>>

Novo tubo de alumínio: tentei colocar um tubo de cobre, mas não encontrei....  Saiba mais>>>


Como aumentar em 30% o desempenho deste motor Alfa >>>

Saiba como aumentar o desempenho deste motor >>>







O que é um motor Stirling Gama?   O que é um motor Stirling Alfa?   O que é um motor Stirling Beta?
O que é um motor Stirling Gama e como funciona, What is a Gamma Stirling engineO que é um motor Stirling Beta e como funciona, What is a Beta Stirling engine         O que é um motor Stirling Alfa e como funciona, What is a Alpha Stirling engine           




Confira a lista de materiais de outros modelos de motores Stirling:


Manual do motor Stirling, gama, caseiro 700 rpm


Confira a lista de materiais de um motor Stirling "Gama" feito em latas de spray!











Manual do motor Stirling, gama, latinha e caseiro 780 rpm


Confira a lista de materiais de um motor Stirling "Gama" feito em latas de cerveja!











Confira a lista de materiais de um motor Stirling Alfa melhorado, feito com seringas de vidro!

Qualquer dúvida ou sugestões de melhorias, entrem em contato!
Leandro Wagner.

75 comentários:

  1. eu achei muito fácil mas a onde se encontra seringas de vidro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo,
      Essas seringas podem ser compradas em lojas especializadas na venda de material dentário, para consultórios dentários.
      Ou entre em contato com um deste dois e-mail:
      dentariafontoura@gmail.com
      unidentalsc@hotmail.com
      São pessoas de minha confiança.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  2. Hola Leandro,
    estoy tratando de armar el motor y me parece muy interesante, me gustaría que me ayudes con el proceso y que me des recomendaciones, tengo algunas fotos de como está actualmente, tienes algun correo para mandartelo?
    Saludos desde Perú

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Jesús,
      Pido disculpas, pero no proporciono mi e-mail que desea enviar fotos, visita mi facebook y enviarme un mensaje personal, no es necesario agregar en facebook:
      https://www.facebook.com/pages/Manual-do-motor-Stirling/292018690925248
      Leandro Wagner.

      Excluir
  3. Gostaria de saber as dimensões do cabeçote de vídeo cassete, pois pretendo fazer tais peças para a construção do motor Stirlirg.
    Desde já agradeço.
    Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jéssica,

      O eixo do cabeçote do vídeo, possui 53 mm de comprimento e 6 mm de diâmetro.

      A extremidade que é fixa na base do HD possui 2 rolamentos pequenos de 15 mm de diâmetro, separados 10 mm um do outro.

      O diâmetro do cabeçote tem 63 mm e quando recortado a borda para estreitar o cabeçote para este projeto como visto no primeiro vídeo, ainda resta 4 mm de espessura, que será utilizada para parafusar no HD (suporte do futuro virabrequim deste motor).

      Os cursos dos pistões estão descritos no segundo vídeo dessa página.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  4. Olá Leandro! gostaria de saber qual a diferença angular de uma biela pra outra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel!

      A defasagem angular entre os dois pistões, é igual a todos, 90°, ou seja, pistão quente trabalha 1/4 de volta adiantado em relação ao pistão frio.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  5. Olá, eu estou com um grande problema: eu não estou conseguindo achar as seringas de vidro. será que não existe outro jeito para fazer a camisa e o pistão? [Eu pensei em duas embalagens de alumínio (um mata-barata para ser a camisa e um desodorante para ser o pistão, por exemplo) porém o alumínio é um dissipador calor e é o ar quente que gera trabalho, talvez não fique muito eficiente]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guilherme!

      Essas seringas são vendidas em lojas especializadas na venda de material dentário para as clinicas dentárias. Uma seringas tem um custo médio de R$ 27,00 reais.

      Para fabricar um motor Alfa, somente irá funcionar com seringas, ou cilindro de de vidro (tubo de uma pistola de vacinar gado), e fazer em um torno um pistão grafitado! Caso contrário o motor Alfa não funciona, pois se tiver um pouquinho de fuga de ar, que não permite ter um pouco de compressão, o motor não funciona.

      Outros materiais, também produzem muito atrito, não recomendo.

      O motor do modelo Gama com pistão deslocador, é o único que até permite um micro vazamento de ar, mas não pode ser muito. Os motores do modelo gama, são mais fáceis de construir e mais barato.

      Veja um bom exemplo de um motor Gama, no "Tutorial 2".

      Navegue um pouco em todos os meus "Tutoriais" deste meu blog e verá as diversas coisas que eu já testei.

      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Pois é rodei minha cidade toda e não achei a seringa de vidro.

    Esse tubo de pistola de vacinar gado, onde eu consigo? loja de agropecuária? ele é fácil de conseguir? ele resiste a chama da lamparina? é caro?

    Você usou um tubo de alumínio para ligar as seringas, pode ser um tubo de cobre tbm?

    Eu queria fazer um motor alfa porque pretendo fazer um carrinho. Com o movimento do volante gira um eixo e através da transmissão coroa e catraca eu movimento um eixo onde estariam as rodas.

    ResponderExcluir
  8. Olá Guilherme!

    Sim, eu também passei o mundo procurando essas seringas, até eu descobrir o lugar certo em que são vendidas.

    Você pode encontrar as seringas para comprar neste dois endereços.

    Este dois endereços, são pessoas de minha confiança:
    Seringa de 10 ml com ponta de vidro: R$ 21,00
    Site: www.unidentalsc.com.br ou
    E-mail: unidentalsc@hotmail.com
    (51) 3715-5319 de Santa Cruz do Sul, RS.

    Fontoura dentária, e-mail:
    Seringa de 10 ml com ponta de metal: R$ 27,00
    dentariafontoura@gmail.com
    (51) 9734-1489 de Santa Cruz do Sul, RS.

    Esse modelo Alfa simples, não tem jeito, é obrigatório o uso de seringas com ponta de metal, justamente pelo fato da chama. O tubo de vacinar gado, não funciona para para o Alfa simples, somente para o outro modelo Alfa do "Tutorial 4" (http://manualdomotorstirling.blogspot.com.br/2013/05/dicas-basicas-para-construir-um-motor.html)

    O valor de um tubo de vidro de pistola de vacinar gado varia entre 6 até 10,00 reais, esse é vendido em agropecuária, já está meio complicado de comprar este tipo de tubo! Veja umas informações adicionais nessa página (http://manualdomotorstirling.blogspot.com.br/2013/05/fotos-do-pistao-de-trabalho.html)

    Sim, pode usar um tubo de cobre para ligar as duas seringas, mas não use de plástico ou silicone, terá atrito.

    Ok! Se pretende usar um esse motor par um carrinho, não recomendo. De todos os motores que já fabriquei, esse é o mais fraco, não terá potência suficiente para empurrar seu próprio peso. Eu recomendo que então compre as seringas de vidro e fabrique o motor Alfa do "Tutorial 4", esse terá uma boa potência. Mas vou te alertando, não é coisa fácil fazer um motor Stirling Alfa, quero dizer, fazer é fácil, mas fazer com ele tenha um boa rotação, aí terá que ter dezenas de cuidados cruciais, caso contrário terá um motor que mal gira ou até dependo do atrito e se tiver fuga de ar, nem vai funcionar.

    Os Alfa NÃO admitem NADA de fuga de ar, essa é a primeira regra! Ex: se tampar a ponta das seringas e puxar mais da metade, terá vácuo. Nesse teste, deve permanecer segurando a seringa por mais de 30 segundos, ao soltar o pistão, ele deve retornar para a mesma posição em que se encontrava antes de fazer o teste. Caso não voltar para o mesmo lugar, significa que tens muita fuga de ar. A vedação de um pistão, deve ser igual essas seringas de plásticos, mas não com aquele atrito que elas possuem.

    Os Alfa NÃO admitem QUASE NADA de atrito, ou seja, se você girar o pistão dentro da seringa, ele deve permanecer girando por um tempo, como se fosse um eixo dentro de um rolamento. Caso você girar e ele para logo, o motor mal terá uns 800 RPM, que não serve para quase nada se tratando de um Alfa, pois o melhor lnha de torque de um Alfa está em alta rotação, já o Gama o melhor torque é em baixa rotação.

    Se não comprar seringas de vidro, então faça um motor gama de latinha de cerveja (http://manualdomotorstirling.blogspot.com.br/2013/06/tutorial-dicas-medidas-de-um-motor.html), baixo custo, fácil de fazer e menos critico.

    Leandro Wagner.

    ResponderExcluir
  9. Então, se eu fizer o carrinho com o cilindro de tubo de vidro de pistola de vacinar gado e o pistão sendo um capacitor (como no vídeo), e fazendo motor alfa do "tutorial 4" e em hipótese alguma ter fuga de ar pode dar certo? mas o ideal seria a seringa de vidro correto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guilherme!

      Pelo que você comentou, eu acredito que você assistiu o vídeo do motor com pistão de capacitor
      (https://www.youtube.com/watch?v=Zp_SKvcRE30)
      Assista novamente com cuidado e repare na compressão do pistão, ao puxar o pistão, ele infla muito devagar com ar! Isso é muita, muita, muita fuga de ar para um motor Alfa, com essa fuga de ar, o motor Alfa não irá funcionar!

      Para usar um tubo de vidro como cilindro, você precisa tornear um pistão, de preferência em grafite.

      Então ainda é mais em conta e mais fácil, fazer um motor Alfa com seringas de vidro.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  10. eu tenho 2 seringas de 20 ml o tamanho delas interfere no funcionamento do motor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felipe!

      Com seringas de 20 ml você terá outras medidas e não as mesma que eu cito acima. Porque a compressão será maior e a transferência do calor para dentro da seringa menor.

      Para as seringas de 20 ml, use as seguintes medidas:

      Eu recomendo um curso máximo de 10 mm, ou seja, a distância total que os pistões devem percorrer é de 10 mm.

      Deixe 3 ml de área morta no cilindro quente e 1 ml no cilindro frio.

      As seringas precisam ser com ponta de metal, caso elas sejam de ponta de vidro, não irá funcionar. Porque irá comprometer o fluxo de ar.

      O tubo que interliga os dois cilindros, é obrigatório que seja ou de alumínio ou de cobre. Se for de plástico, você terá problemas com atrito do pistão com o cilindro.

      É obrigatório o polimento dos pistões com silicone líquido de painel automotivo. Caso contrário, o pistão irá agarrar no cilindro.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  11. Parabens pelo trabalho, porém tenho uma pequena dúvida. O suporte do motor é feito com a carcaça dos motores da bandeja de dvd, eles possuem um imã. Voce acredita que esse imã possui alguma influência nas rotações do motor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que quero saber é se os imas tem função apenas de suportar o pistão sem a vibração, ou se eles também influenciam no rendimento do motor. Desde já agradeço a intenção.

      Excluir
    2. Muito obrigado Bruno!

      Não, os imãs não possuem nenhum influência na velocidade, pois tudo em volta é de vidro. Se o pistão fosse de metal, aí sim, eu teria perda de velocidade.

      Neste caso somente tem a função prática de sustentar a seringa de vidro.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  12. Leandro,
    Não encontro o videocassete existe algum substituto ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cleide!

      Se você não está encontrando mais videocassete, outra possibilidade é fazer o virabrequim com raio de bicicleta de 2,5 mm de diâmetro em inox, mais conhecido por raio grosso.

      Visite o "Tutorial 1" e veja como eu fiz aquele virabrequim, pode tentar fazer um semelhante.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  13. Leandro Parabéns pelo blog,
    cara tem problema usar um curso de 50mm total usando essas mesmas seringas??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Se for construir um motor igual a esse, não pode ser mais de 18 mm de curso total. Porque você terá muita compressão e o calor não consegue penetrar pelo vidro.

      Outro problema, quando o curso do motor é maior que 30 mm, a inclinação da biela é alta, assim o pistão produz um grande sobre o cilindro.

      Quando eu fiz pela primeira vez este motor acima, eu fiz com 25 mm, o motor só chegava em 650 rpm e metade de torque, por isso que reduzi para os atuais 18 mm, onde obtive o melhor torque e uma velocidade aceitável.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  14. Leandro,
    Aonde posso encontrar aquele pó de polir vidros??
    se eu apenas passar a lixa fina e passar o silicone já é o bastante??

    Parabéns pelo seu projeto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marcelo,
      Sim, uma lixa de granulação 2000 já é suficiente.

      Quando estiver pronto com os acabamentos, o seu pistão deve ter um atrito semelhante a este vídeo:
      https://www.youtube.com/watch?v=JsasT9UvvfQ

      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. Leandro , percebi que o seu tem uma diferença no curso total do pistão quente/frio(o frio tem pouco menos do que o quente),
      no caso , o que eu estou fazendo os dois estão iguais (20mm de curso total em cada), isso pode gerar algum problema??

      Agradeço desde já.

      Excluir
    3. Marcelo, não tem problema se usar os mesmos curso para os dois pistões.

      Mas como você optou por ter 20 mm em cada pistão, é provável que o desempenho máximo de seu motor será em torno de 900 RPM.

      Quando o seu motor já estiver funcionando, você pode instalar um regenerador, na qual podes melhorar o desempenho em 30%, veja este outro vídeo:
      https://www.youtube.com/watch?v=5OdqD0wCyaQ

      Leandro Wagner.

      Excluir
    4. Leandro terminei a montagem , seguindo o seu tutorial (muito bom por sinal ,parabéns) deste motor stirling(com seringas) , porém acabou não funcionando, bom vamos ao que esta diferente do seu:
      1- Usinei o virabrequim , como se fossem duas peças, onde coloquei uma em cada lado do hd , em com 1/4 de volta de diferença entre as duas.
      2- não utilizei um volante por conta do peso das peças usinadas acredito que tem massa pouco maior do que o seu virabrequim.
      3 - O curso do pistão acabou ficando em 25,5 mm .
      4- Usei um cano de cobre para ligar os dois pistões.
      5- Como os canos são de diametro maior do que a ponta da seringa , optei por colocar silicone de alta temperatura na junção(porém estão completamente sem fuga de ar, fiz o teste de puxar as duas seringas e ficaram perfeitas)
      6- não usei aquele pó para polir as seringas , só passei a lixa e depois o silicone , porém ficou sem atrito da mesma forma(estão parecendo um rolamento)
      7- no meu teste como não fiz a lamparina, usei velas para aquecer , e a meu ver o ar não tinha força para empurrar o o virabrequim.

      Cara o que você desconfia que pode ser??

      Desde já agradeço.

      Marcelo

      Excluir
    5. Ok Marcelo!

      1 - está correto, 90° de defasagem;
      2 - neste caso pode ser volante;
      3 - esse é um problema grave, o meu apresentou melhor desempenho com 18 mm de curso, quando testei com 28 mm, nem funcionou;
      4 - perfeito;
      5 - perfeito a vedação, também poderia ter usado a fita de teflon, é a mesma que usamos para encamentos, resiste até 300°C.
      6 - perfeito, é assim que deve ficar.
      7 - Esse é o primeiro e grande problema, o meu motor não funciona com um vela, muito menos o seu que tem mais compressão que o meu, por causa do curso maior. Evite usar maçarico com gás, geralmente dá problema com o vidro. Não toque o pavio da lamparina no vidro quente, quebra a seringa. Este vídeo explica a construção:
      https://www.youtube.com/watch?v=pPnRbc7ogqo

      Resumindo, o seu motor está com um curso muito grande e pouco calor, esse é o problema.

      Me comunique dos novos resultados.
      Leandro Wagner.

      Excluir
    6. Leandro, Diminui o curso do pistão que era de 25mm para 15mm, logo depois de fazer a mudança , ja percebi que ficava mais "facil"(menos força) para mexer o sistema.
      Fiz a lamparina e na hr da verdade o correu o seguinte , coloquei álcool 92 e depois de 10 minutos aproximadamente(cronometrados) eu dava um impulso o motor começava e instantes depois parava.
      Pensei que pudesse ser o calor , então troquei o álcool da lamparina , por acetona que tem poder calorifico pouco maior que o alcool, e depois dos mesmos 10 minutos e um impulso o motor começou a funcionar constante e com ameaçadas de aumentar, porém a rotação ficou muiitísimo baixa(cerca de 100 rpm) mas agora com essas mudanças o motor , pelo menos funcionava.
      Fiquei pensando e agora a única diferença do motor ficou sendo o virabrequim que vc usou peças de video cassete e colocou um volante , e eu usinei o virabrequim de aluminio( e percebi que com certeza está mais leve que o seu) agora estou pensando em usinar uma peça em aço para acoplar no virabrequim usinado para aumentar o peso.

      Leandro , vc acha que estou certo em desconfiar do volante/peso virabrequim??

      Agradeço desde já sua ajuda!!
      Marcelo

      Excluir
    7. Marcelo, esse seu motor está muito estranho!
      Poste seu e-mail na próxima mensagem e depois eu deleto o seu comentário com a mensagem, ou faça um vídeo para mim tentando fazer funcionar o seu motor.
      Com esse curso Marcelo, o seu motor deveria ter passado dos 1000 rpm, obviamente com baixo torque, mas muito rápido.
      Você só precisa de um volante maior ou mais pesado, quando o motor dá tipo uns solavancos, efeito da compressão. Mas se o motor funcionou com baixa rotação, não precisa mudar o volante.
      Que tipo de rolamento você usou no virabrequim? E Qual o diâmetro deste eixo?
      O que usou na biela do motor? Rolamento ou bucha?
      Leandro Wagner.

      Excluir
    8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  15. no virabrequim usei um o rolamento do video cassete , também em um hd , o que eu fiz foi usinar duas "bolachas" de aluminio para ligar os dois lados , o eixo também usei o do video cassete , pensei em fazer um de maior comprimento , mas o nível de rugosidade desse tipo de eixo é geralmente muito preciso e teria de usar um cnc, na biela também usei braços de hd de notebook, outra coisa que esqueci de mencionar foi o a ligação da biela no pistao, voce usou uma bucha , eu no caso não tinha acesso a um toca fitas , dai adaptei um parafuso com folga para servir de "bucha". mande uma mensagem no meu e-mail e apague-o daqui , ai nós conversamos por e-mail.
    A influência das peças neste motor é algo realmente fascinante.

    Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que você descreveu está tudo perfeito.
      Quanto de área morta você deixou em cada cilindro?
      O que está usando agora como fonte de calor?
      Que legal essas palavras que usou no fim do comentário, isso demonstra seu espírito de engenheiro.
      Eu também gostei deste motor, porque as variáveis são maiores das quais imaginamos. Qualquer detalhes faz muita diferença e cabe a nós superar esses problemas, isso é realmente um grande desafio.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  16. Leandro,

    Acho sensacional a sua criatividade de aproveitar elementos do dia a dia para construir um motor, porém observando atentamente o vídeo não entendi duas pequenas coisas.

    1ª Duvida: Não entendo a sua fixação do cabeçote a bandeja de cd/dvd. No vídeo do tutorial você já começa parafusando o cabeçote a bandeja, até ai tudo bem. Mas depois, em 6 min e 22 seg do tutorial você faz uma marcação no outro lado e perfura para passar mais dois parafusos, no meu entendimento esses parafusos não estão fixando nada, pois não perfuram a bandeja. Entende a minha duvida? Para mim, aquela marcação que vc faz não tem nenhum sentido. Pois, o parafuso não roscaria a bandeja.

    2ª Duvida: No final, você liga o cilindro quente ao cilindro frio através de uma conexão mista de tubo de plastico mais tubo de alumínio. Mas já vi no seu registro fotográfico que antes você usava um tubo de cobre com uma especie de solda, não consegui identificar mais precisamente o que era. Gostaria de saber porque mudou? Deu vazamento com o cobre? Aluminio com borracha possui melhor vedação? Estava pensando em fazer um único tubo em aluminio (sem ser como voce fez no tutorial, tubo de aluminio, tubo de plastico, tubo de aluminio), é possível?

    Outra curiosidade é em relação ao curso do pistão, você tirou essa relação de algum calculo ou foi empiricamente, digo por experimentação (tentativa e erro).

    Mais uma vez te parabenizo pelo excelente trabalho, é realmente inacreditável como um monte de sucata pode ter se tornado algo tão útil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruno, muito obrigado por seu elogio. Vou enviar este vomentário em duas mensagens:

      1 - No vídeo tutorial em 6:22, primeiro eu fixei o cabeçote no suporte de HD (bandeja), somente usando um único parafuso, reaproveitando a rosca da bandeja de HD. Essa bandeja de HD, tem 3 furos com roscas de fixação, assim quando o cabeçote está previamente fixo, eu fiz a marcação dos demais furos originais da bandeja (total 3 furos), no cabeçote de vídeo cassete, para que os dois próximos furos, conhecidem com as 3 roscas já existente na badeja de HD, assim é possível parafusar o cabeçote na bandeja de HD, vistas no instante 6:58.
      Resumindo, a rosca está na bandeja e o cabeçote somente é fixo na bandeja.

      2 - Você é um bom observador, parabéns! Vou lhe dar toda a explicação, porque reparei que tens interesse.
      Primeiramente Bruno, quando comecei fazer este motor, eu fiz o motor com 25 mm de curso para cada pistão, eu havia me baseado na versão anterior que tinha 30 mm de curso para cada pistão. Também usei seringas com ponta de vidro, se reparar na foto superior, verá que uma ainda é com ponta de vidro, além disso, eu não estava conseguindo fazer a vedação com mangueira de plástico na seringa quente.
      O primeiro problema para resolver era a seringa com ponta de vidro, eu tentei instalar um tudo de cobre e não consegui, tentei instalar um tubo de alumínio e quebrei a ponta de vidro da seringa. Assim descartei a possibilidade de usar seringas com ponta de vidro.
      Comprei duas novas seringas com ponta de metal, no primeiro teste, veio a surpresa, o motor não funcionou. Naquele teste eu usei mangueira de plástico, que logo derreteu com o calor.
      Então decidi aumentar a área morta em cada cilindro, assim o motor passou a funcionar em torno de 550 rpm e nada de torque. Reparei que a compressão estava alta, e imaginei como o vidro da seringa tem uma grande espessura, eu entendi que faltava calor dentro da seringa, assim não conseguia vencer a compressão. Então reduzi o curso para os 18 mm e o motor passou a funcionar em 1000 rpm e com um torque aceitável.

      Depois de alguns minutos funcionando, o motor vinha perdendo velocidade acentuada, até quase parar, voltei desmontar os pistão e polir novamente, coloquei para funcionar e novamente o mesmo problema. Então imaginei que o tubo de plástico que interligava as duas seringas, estava produzindo uma reação química com o ar interno do motor, em virtude do calor que o plástico estava sendo submetido. Então testei um tubo de cobre, mas não encontrei nenhum que tivesse um diâmetro compatível com a ponta da seringa. Em uma loja de consertos de ar condicionado, encontrei um tubo de alumínio e alarguei um pouco a ponta do tubo e encaixei na seringa. Porém, era praticamente impossível encaixar o tubo de alumínio nas duas seringas, devido involuntário das duas seringa, assim resolvi usar aquele toco de mangueira plástica, para fazer uma pequena luva móvel e absorver esse mini movimento.

      Continuação no próximo comentário....

      Excluir
    2. Continuando o comentário anterior:

      Você pode fazer um motor com 18 mm de curso ou menor, até uns 11 mm, mas lembro que se for menor, a velocidade será maior e torque menor, me agradou com 18 mm, tive um equilíbrio na velocidade e no torque.
      O maior segredo onde muita gente tem problema, está no excesso de atrito, muitos usam rolamentos comum, no lugar dos rolamentos de vídeo cassete, isso provoca uma perda expressiva no desempenho do motor, onde o motor às vezes nem funciona, porque este tipo de rolamento, consome boa parte da energia produzida pelo motor. Outro problema comum, é o alinhamento lateral das bielas, com as bolacha do virabrequim, ou seja, se a bolacha onde o rolamento da biela está afixado no virabrequim estiver empenado (que é comum estar), a ponta da biela que está interligada com a articulação da junção com o pistão, irá se movimentar para esquerda e direita, isso força o pistão contra o cilindro, produzindo uma enorme carga lateral (atrito). É necessário eliminar com calço feitos com uma única folha de jornal, instalada entre a bolacha com o rolamento da biela. Se não conseguir, obter por eliminar esse movimento lateral da biela, elimine a biela rolamentada e faça uma simples bucha de metal, como as feitas na articulação do pistão com a biela, assim não terá esse problema.
      Se fosse hoje, eu teria feito assim, pois com os rolamentos, complicou o funcionamento do motor, não para mim, mas para quem tenta fazer o seu motor pela primeira vez.

      Leandro Wagner.

      Excluir
    3. Leandro,

      Primeiramente, muito obrigado pela atenção em responder tão precisamente as minhas dúvidas. Realmente pretendo desenvolver um motor stirling, esse é a minha primeira tentativa, tenho bons planos para os motores, tenho a ideia de alimentar dispositivos eletronicos (microcontroladores, mas precisamente um arduino) com uma associação de motores stirling. Entendo todas as suas preocupações com alinhamento, desbalanceamento, e componentes mecânicos, afinal, de acordo com o balanço de energia, a regra é clara, quanto menores as perdas, maior o trabalho util e portanto, melhor eficiência. Pretendo construri algo parecido ao seu motor, parecido para não dizer igual. A unica adaptação está na fixação do motor, motivo que justifica a primeira pergunta.

      1 - Penso em construir o motor em uma base de madeira, acredito que ficara mais firme, tentando reduzir as perdas por vibração excessiva, característica de alguns motores stirling. O seu motor vibra muito pouco comparado a outros espalhados pelo youtube, mas isso se deve a sua vasta experiencia. Imagino que o meu vibrará mais que o seu, apesar de todo cuidado.

      2 - Quanto a luva feita em tubo de plastico, não havia pensando no pequeno movimento relativo entre os dois pistões, realmente a luva é a melhor opção.

      Quando conseguir terminar de montar meu motor, envio fotos. Obrigado.

      Excluir
    4. Olá Bruno!

      Sua ideia é bem legal, mas eu te pergunto, esses microcontroladores ou arduino, qual seria o consumo? Potência eu me refiro?

      S pretendes fazer um motor deste modelo Alfa, eu te recomendo que faça o modelo do "Tutorial 4", o motor tem quase o triplo da potência, somente com a adição do tubo de ensaio.

      Este motor realmente vibra menos, mas mesmo que você desenvolva um motor pesado para que o mesmo não vibre, não reduz o consumo, porque a vibração ainda existe, porém você não percebe mais. Estão o consumo de energia ainda ocorre.

      Se reparar, o meu motor do "Tutorial 4", vibra bem mais, mas quando seguro este motor, o mesmo perde rotação.

      Quando pretendes me enviar fotos, envie para o meu facebook (manual do motor Stirling):
      https://www.facebook.com/pages/Manual-do-motor-Stirling/292018690925248

      Leandro Wagner.

      Excluir
    5. Ah! Em virtude as suas perguntas, eu usei o mesmo texto e atualizei essa página. Vou fazer novas fotos e adicionar para complementar o conteúdo.

      Leandro Wagner.

      Excluir
    6. Leandro,

      Quanto a sua pergunta, acredito ser impossível alimentar o arduino com um único motor stirling, pois como você desconfiou a potencia necessária é muito alta se comparada a desenvolvida pelo motor, por isso pensei em uma associação de motores. Eu já conheço o seu motor alfa com regenerador, pesquisei antes de começar, o regenerador é uma ótima ideia, porem para um entusiasta sem experiencia nenhuma na fabricação de motores somado a um tempo curto, preferi começar por baixo, caso as coisas deem certo eu vou incrementando.

      Excluir
    7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    8. Obrigado Leandro.

      Excluir
    9. Olá Bruno, eu te perguntei a potência, porque este motor produz no máximo 0,15 Watts. Com regenerador, terá uma melhora de 30%.

      Ok, é uma boa escolha começar a fazer o seu motor, com base nesse tutorial e como você mesmo disse, depois com o tempo, podes ir melhorando.

      Sim, comece primeiro sem regenerador e depois vá melhorando.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. hello sir!!!
    your videos are just amazing.
    I've been working on the same project since a week. I made the flywheel using two cd's and added some additional weights on either sides for counter balance.well the problem is I didn't use all the stuff that you have used..was that mandatory!! please reply!!!!
    my mail- srigirivishnuchary@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. If you use glass syringes, it is possible that your engine runs.
      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. yes sir I used glass syringes!!!!! but unlike yours I used 20ml syringes..any problem with that?

      Excluir
    3. Hello friend, the engine with 10ml syringe works best, moreover, will have to change things if it is using the 20 ml syringe, such as reducing the total piston stroke to 11 mm, leaving 1 ml dead area in the cylinder cold and 3ml area dead in the hot cylinder.
      It can not be syringes with glass tip and can not use magueiras plastic for interconnecting the two syringes.
      Leandro Wagner.

      Excluir
    4. i actually used a copper pipe with mseal to connect the two syringes . i made the attachment such that i can detach the syringes

      Excluir
  19. well if the stroke length is more than 11mm,will the engine work..i mean my stroke length is 30mm.i am having an intercollege science fair on 11th of this month....i am in trouble sir!!!! please help me to sort out the problem sir!!!!!!
    a month ago i made a thermo acoustic engine with a single piston and boiler tube but this time i wanted to make something different from others!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. If you use syringes of 20 ml, the engine does not work with stroke of 30 mm, will have to reduce the stroke to 11mm.
      My engine I did with 18 mm stroke and 26 mm, did not work.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  20. i would like to send you the pictures of my engine!! how can i do it?

    ResponderExcluir
  21. Olá Leandro, estou terminando de construir meu primeiro motor modelo alpha, tenho duvida com o polimento dos pistões, essa lixa que vc usou é uma lixa d`água (carbureto de silicio) ou é outro tipo de lixa, qual o número da lixa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cleiton! Sim, essa lixa que eu usei é de granulação 1200, pode ser também de 2000 e d'água.
      Você não precisa usar esse pó que eu usei, mas deve fazer o polimento com silicone líquido.
      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. Obrigado Leandro, eu vou usar o pó pois já comprei ele, está para chegar, comprei pela Internet pois não achava em lugar nenhum. Acho que o resultado é melhor com ele, ou não?

      Excluir
    3. Sem o pó, o pistão ainda apresenta uma leve asperesa, eu prefiro com pó.
      Leandro.

      Excluir
  22. Bom dia Leandro, eu terminei meu motor stirling alpha, eu fiz com auxilio de uma impressora 3d, só que até agora não consegui faze-lo funcionar, confesso que minha paciência já esta se esgotando, até agora não compreendo aonde esta o erro, se poder me ajudar desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cleiton!

      1 - qual é o curso de cada pistão?

      2 - quanto de área morta você deixou dentro de cada cilindro?

      3 - quando o pistão está desconectado da biela e ao girar o pistão dentro da seringa, ele permanece girando por um tempo? Como se fosse um eixo dentro de um rolamento? Veja como é o meu pistão:https://www.youtube.com/watch?v=JsasT9UvvfQ

      4 - que tipo de rolamento usou no eixo do virabrequim?

      5 - Você não deve usar conecções de plástico, para interligas as seringas, isso produz um grude no pistão, por causa do calor e o motor tenderá não funcionar.

      6 - Você usou seringas com ponta de vidro ou metal? E quantos ml são as seringas?

      7 - O que usou como forte de calor??

      8 - Você cuidou para que a ponta das bielas, não trabalhem no sentido lateral? Veja o vídeo no 21:00, porque isso produz atrito e motor não funciona: https://www.youtube.com/watch?v=dEIQxu6aU4g

      9 - Além disso, me envie o seu e-mail, para que possa me enviar fotos, preciso das 8 peguntas respondidas.

      Leandro Wagner.

      Excluir
    2. 1- O curso é de 1,4mm para cada pistão.
      2- Eu deixei 1ml de área morta.
      3- O pistão gira livre sim, eu fiz todas etapas de polimento.
      4- Então, o rolamento é um rolamento com rebaixo que eu tinha que é grande mas possuía um baixíssimo atrito, igual a de um HD então resolvi usá-lo.
      5- Eu usei mangueira de plástico na conexão pelo fato de não achar nenhum tubo de alumínio ou cobre que encaixasse na seringa.
      6- As seringas de 10ml com ponta de metal.
      7- A fonte de calor foi uma lamparina caseira.
      8- Sim cuidei.

      Excluir
    3. Uma correção, o curso é de 14mm para cada pistão.

      Excluir
    4. 1 - quando você comentou o curso de 14 mm, seria 14 mm a distância total que o pistão percorre dentro do cilindro!!! É isso mesmo??

      2 - No cilindro quente a área morta é de 3 ml e no frio é de 1 ml. Esse pode ser um dos seus problemas. Mas se assim for, por um acaso o seu motor tem muita compressão?? Tipo pesado para girar??

      4 - se Você diz que tem baixo atrito, vou confiar.

      5 - Essa mangueira não é adequada, é pode travar os pistões.

      Bom, vou esperar por suas novas respostas, para concluir o seu caso.

      Leandro Wagner.

      Excluir
  23. 1- Sim, exatamente, vc acha que devo aumentar o curso para aumentar o torque.
    2- Terei que arranjar um jeito de modificar o suporte que prende o cilindro quente, pois consegui no máximo 2ml de área morta, mas deu uma melhorada na questão de que estava pesado para girar, depois vc pode me explicar essa questão da compressão, não entendi direito o funcionamento.
    4- Procurei algum tubo de metal que encaixasse no bico do cilindro e não achei (inclusive comprei alguns e tentei alargar a ponta mas a vedação ficou uma droga), a solução que achei foi comprar pela Internet uma mangueira de teflon de 3mm interno que é usada em impressora 3d, aguenta até 260 graus Celsius. Estou aguardando ela chegar.
    Conforme terminar as modificações passarei as informações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1 - Não, pode deixar o curso que tem agora, pois com curso menor, ele funciona, mas não tem força.
      2 - Para ter mais área morta, basta encurtar a biela, não precisa alterar o cilindro.
      A compressão é necessária, para funcionar, quanto maior a compressão, maior é o desempenho, no seu caso pode ser boa compressão, porém se o calor não for suficiente dentro da seringa, não irá ocorrer dilatação suficiente para transformar essa compressão em energia, e quando não se tem calor suficiente para entregar ao ar interno, essa compressão atrapalha e às vezes pode não funcionar. O que impede maior disposição de calor dentro do cilindro quente, é a ineficiência do fogo, e o próprio vidro da seringa é um péssimo condutro térmico.
      Olha, eu ainda não assisti um vídeo de seu motor tentando fazer funcionar, mas me parece que o seu motor tem atrito, pois não tem motivo para não funcionar conforme suas respostas.
      Se tiver um vídeo do seu motor, me envie um link, para que eu possa confirmar a minha desconfiança, ou encontrar outro problema.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  24. 2- Eu já modifiquei a biela para o pistão quente.
    Assim que a mangueira de teflon chegar pelo correio farei um novo teste e gravarei um vídeo para enviar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cleiton, que bom, vou ficar na torcida para que tudo ocorra bem.
      Leandro Wagner.

      Excluir
  25. Olá Leandro, segue os links dos videos que fiz tentando fazer o motor funcionar, um é mostrando o motor e o movimentando de retorno do volante demonstrando que não há fuga de ar, o outro é com a lamparina acesa tentando fazer o motor funcionar, após o vídeo ainda continuei tentando faze-lo funcionar, mesmo assim após eu ter colocado o tubo de teflon conectado com a mangueira o motor não funciona, não consigo enxergar o erro, segue os links dos videos.
    https://youtu.be/YC9-bRK25MY
    https://youtu.be/xzZ40OGjK24

    ResponderExcluir
  26. Apenas uma observação, eu desconectei a biela da seringa, deixei aproximadamente 2ml de ar dentro da seringa, vedei a ponta e aqueci a seringa com a lamparina, parece estranho mas achei que o ar demorou muito para expandir, eu medi o quanto o cilindro percorreu e depois de muita demora ele percorreu uma distancia de 12mm sendo que o percurso do meu motor é de 14mm, testei toda vedação da seringa e ela esta normal, ela tb está praticamente sem atrito como vc demonstra após polir os pistões, é muito estranho isso.

    ResponderExcluir
  27. Olá Leandro, acabei abandonando o projeto do motor stirling alpha, depois de analisar e me estressar bastante acabei aquecendo demais o cilindro quente, o que acabou com a quebra do mesmo, desisti dele e fiz um modelo gama que está funcionando perfeitamente, apenas irei fazer algumas modificações para melhorar seu desempenho, gostaria de agradecer pelas informações do seu site e pela tentativa de me ajudar com o modelo alpha, é que infelizmente havia alguma coisa ali que não era compreensível para mim. Desde já agradeço e possivelmente entrarei em contato para alguma dúvida pois comecei com interesse nesses motores pois pretendo fazer um projeto que tenho em mente e para isso precisava de um modelo para estudar. Obrigado Leandro, tudo de bom.

    ResponderExcluir
  28. Olá boa tarde
    gostaria de saber o que cada parte do motor significa ...
     Ar ou gás:
     Calor:
     Regenerador:
     Pistão quente:
     Resfriamento:
     Pistão frio:
     Volante:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, vou tentar explicar:
      - Pistão frio: é a peça que se move para dentro para fora dentro da seringa, no lado que não tem fogo;
      - Pistão quente: é a peça que se move para dentro para fora dentro da seringa, no lado do fogo;
      - Calor: é o fogo;
      - Regenerador: é a lã de aço "bom brill", ele absorve o calor e despois aquece o ar interno dentro do motor.
      - Resfriamento: um lado a seringa é aquecida, e outro lado a seringa fria, ela refria o ar interno, isso é chado de resfriamento;
      - Ar ou Gás, é o fluído de trabalho do motor, ou seja, é o ar confinado dentro do motor, que não pode escapar de dentro do motor para que funcione. Quando o pistão quente desloca do lado quente para trás ou vice versa, ocorre uma dilatação do ar quando aquecido e contração do ar quando resfriado, semelhante o que ocorre quando você abre a porta da geladeira, o ar quente entra para dentro da geladeira e ao fechar a porta, o ar encolhe porque foi resfriado, produzindo um chiado puxando ar para dentro da geladeira. Como no motor não tem esse furo, e ao ar encolher, suga o pistão quente para dentro e depois ocorrendo no ciclo, para continue funcionando.
      - Volante: é a roda do motor, ela mantém o motor girando, no instante que o pistão quente não produz força, pois o giro do volante, é um acumulador de energia, como uma bateria, mas em forma de energia mecânica "giratória".
      Leandro Wagner.

      Excluir